RSS

No blog de '2017' 'março'

Bernardo supera cirurgias e completa o 1º triatlo com aço e titânio pelo corpo

Bernardo supera cirurgias e completa o 1º triatlo com aço e titânio pelo corpo

Economista descobre talento para nadar, pedalar e correr depois de ficar anos sem mal conseguir se mexer, realiza sonho no Rio Triathlon e se enche de metas ousadas

Por Renata Domingues Rio de Janeiro

Ele sempre gostou de esporte, principalmente de futebol. Não perdia uma pelada com os amigos por nada. Mas foi justamente essa paixão que quase deixou o economista Bernardo Jannuzzi o resto da vida sem poder praticar nenhuma atividade física. Duas semanas após entrar para uma equipe de corridas e resolver se dedicar aos treinos, uma ruptura completa no tendão de Aquiles o obrigou a passar por cirurgia. Foram seis meses sem sequer colocar o pé no chão. Muitas sessões de fisioterapia depois, veio a liberação médica. Não deu tempo nem para comemorar direito. Bernardo precisou retornar ao centro cirúrgico, desta vez, por conta de dores insuportáveis na região lombar, provavelmente fruto de um acidente de moto que lhe rendeu dois cabos de aço no ombro. Mas o economista superou tudo isso. Hoje, com quatro parafusos, duas placas e um cage na coluna, é um dos principais corredores da equipe do nosso treinador e colunista Gustavo Luz, e, nesse domingo, realizou mais um sonho. Aos 39 anos, Bernardo completou o primeiro triatlo. E com louvor. 

EuAtleta - Rio Triathlon galeria Bernardo (Foto: Renata Domingues)
Bernardo completa primeira prova de triatlo e comemora muito (Foto: Renata Domingues)

 

 

- Foi incrível. Gostei muito e estou muito feliz. Fiquei muito ansioso, e isso me deu uma desestabilizada na natação, só engrenei com uns 300m. A maior dificuldade foram as transições, demorei muito. Mas o resultado me surpreendeu e muito! Pensei que iria correr mal, mas terminei bem demais fisicamente - comemorou, em êxtase, segurando sua bicicleta e ostentando a medalha finisher no peito após a prova. 

EuAtleta - Rio Triathlon galeria Bernardo (Foto: Arquivo pessoal)Bernardo completou a prova ao lado do parceiro de treinos Gustavo e recebeu o carinho do amigo

Bernardo cruzou a linha de chegada ao lado da campeã feminina, Patricia Peixoto, e também no companheiro de treinos Gustavo Adolfo. Os dois, aliás, cravaram exatamente o mesmo tempo no somatório das três provas, fazendo valer a parceria: 1h14m47.

- No retorno da corrida, vejo o Gustavão chegando a uns 500m. O cara pedala e corre pra cacete há anos. Pensei: “Que pretensão a minha querer chegar com ele”. Aumento um pouco o ritmo, e faltando uns 400m para acabar, ele me passa, não diz nada e eu vou no ritmo dele. A poucos metros do final, ele dá uma diminuída. Não sei se me esperou ou coisa do tipo, mas colo do lado dele, que me cumprimenta, bate na minha cabeça (veja foto ao lado). Senti uma baita alegria. Afago bom, tipo: “Boa garoto”.

 

fonte: http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/corridas-e-eventos/noticia/2017/03/bernardo-supera-cirurgias-e-completa-o-1-triatlo-com-aco-e-titanio-pelo-corpo.html